Revestimento Canjiquinha: Tutorial de revestimento #5

Confira como o arquiteto Marcelo Martins faz os principais revestimentos em seus projetos. Nesse tutorial, ele ensina como fazer a Canjiquinha!

Olá, Dezáinas! Mais tutoriais para vocês! E dessa vez, são os revestimentos que vão brilhar com as Copics! Sendo assim hoje vamos aprender como fazer revestimento canjiquinha!

Mas o que são revestimentos?

Eles são materiais usados com o intuito de revestir, cobrir ou até simular camadas. Portanto, podem ter o propósito de decoração ou até proteção. Os mais famosos são: cerâmicas, madeira, papel, tinta e pedras.

Para encarar essa responsa, chamamos o arquiteto e paisagista Marcelo Marttins, que ensina o método de desenho arquitetônico humanizado, mostra como representar revestimentos. Aqui ele desenha sempre com os marcadores Copic, ferramenta crucial em seus projetos.

O quinto tutorial dessa temporada é a Canjiquinha! ~ Não, não é aquela de comer (hahaha) ~, é aquele revestimento lindo que geralmente usamos nas partes externas dos projetos. O revestimento Canjiquinha, nada mais é do que várias rochas cortadas em pequenos pedaços, na forma de barras conhecidas por palitos ou filetes. O trabalho consiste em encaixar os pedacinhos em uma superfície, a fim de compor uma espécie de mosaico. O resultado? Uma textura única sempre!

Ficou curiosxs para saber como desenhar? Então vem com a gente!

Antes, você pode conferir o vídeo completo do tutorial:

Como fazer revestimento canjiquinha?

Nesse tutorial, o Marcelo já iniciou com o desenho contornado com a Copic Multiliner e usou a Copic Sketch para fazer a colorização.

Então, para começar, o Marcelo sempre faz a base da superfície retratada. Nesse caso, ele optou por um marrom mais claro.

base da superfícioe do revestimento canjiquinha

Em seguida, para já começar a criar o padrão, ele pinta de forma aleatória alguns filetes com outras cores dentro do mesmo tom. Nesse caso, um marrom mais escuro e com fundo amarelado.

tons do revestimento canjiquinha

Agora, ele já muda para um amarelo mais queimado para ter diferentes nuances na canjiquinha.

nuances diferenciadas na canjiquinha

Olhando assim o efeito já está pronto! Mas, como o Marcelo adora os detalhes, ele passou um tom de cinza em alguns filetes para ficarem um pouco mais apagados, até criando um aspecto mais envelhecido. Além disso, também adicionou um outro tom mais esverdeado, para criar volume e até a sensação de musgo entre as pedras.

detalhes

E por fim, a canjiquinha finalizada! Viu como é mais simples do que fazer a canjica de comer?! hahaha

revestimento canjiquinha

projeto finalizado

E então, gostou? Conte pra gente se esse conteúdo te ajudou e quais temas você gostaria de ver por aqui.

Não se esqueça ainda de ver outros tutoriais dessa série:

Acompanhe o trabalho do Marcelo Marttins nas redes sociais @marcelomarttins.

Beijos!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais