Dicas de como fazer pintura usando café

Coffee Art ou pintura com café

Café e criatividade andam lado a lado. O aroma inspirador e a cafeína são como combustíveis para os momentos criativos. Nesse artigo resolvi compartilhar dicas de como fazer pintura usando café pra você começar agora mesmo.

Você provavelmente sabe que café e criatividade andam lado a lado, pois o aroma inspirador e a cafeína são como combustíveis para momentos criativos. Mas o que você talvez não saiba é que tendo café e alguns poucos materiais de pintura é possível fazer artes lindas como aquarela. Nesse artigo resolvi compartilhar com vocês as melhores dicas de como fazer pintura usando café.

Materiais necessários para pintura com café:

  • Café
  • Água
  • Papel
  • Pincéis
  • Toalha de papel ou de pano
  • Recipientes para as misturas

De todos os materiais citados acima, reserve uma atenção especial ao papel. Uma vez que a técnica utiliza grande quantidade de água, o ideal é utilizar um papel próprio para aquarela. Temos diversas opções na loja que vão desde papéis mais simples, até os 100% algodão, usados por aquarelistas experientes. Se não souber qual escolher, vá no Canson Montval, que tem um excelente custo benefício.

Preparando o café para pintura

Antes de mais nada, saiba que quaisquer marcas ou tipos de cafés podem ser usados como tinta.

Nos meus primeiros testes, usei um café coado bem forte, mas logo no início da pintura achei que a mistura final não ficou tão intensa quanto gostaria, e precisei fazer muitas camadas para atingir o resultado desejado.

Já num segundo momento, usei café solúvel seguindo a receita fornecida pelo Tito Ferrara com algumas pequenas adaptações, e o resultado foi bem mais satisfatório.

Para preparar a tinta com o café solúvel, siga a receita abaixo:

  1. Em uma panela pequena, dissolva 4 colheres de sopa de café solúvel em 100ml de água.
  2. Leve ao fogo baixo por 5 minutos, mexendo de vez em quando, até que o líquido adquira uma consistência caramelada.
  3. Quando terminar, despeje o conteúdo da panela em duas xícaras, dividindo por igual.
  4. Em uma das xícaras, adicione 100ml de água.
  5. Por fim, adicione também 100ml de água na mesma panela que preparou o café. Misture um pouco, e despeje em uma terceira xícara.
  6. Pronto! Agora você já deve ter 3 intensidades diferentes de tinta.

Dica de pintura para os iniciantes

Para quem está se aventurando com água e tinta pelas primeiras vezes, lidar com a fluidez e com falta de controle do líquido sobre o papel pode parecer assustador. Você passa a se preocupar tanto com o medo de errar que não consegue aproveitar o processo.

Comigo foi assim por muito tempo. Até que em 2018 fiz um curso com o Lucas Paulucci que abriu minha mente e deixou minha relação com água e tinta literalmente mais fluida. As dicas usando aquarela valem também para pintura com café.

O processo que aprendi consiste em trabalhar o desenho em 3 camadas, e pra facilitar – e eu garanto que você nunca vai esquecer – ele dava um nome alusivo à proporção da mistura água x tinta de cada uma delas:

  • A primeira camada é chamada de chá, ou seja, bem diluída. Muita água e pouca tinta.
  • A segunda camada é chamada de leite, pois tem uma consistência parecida com leite. Diria que em uma proporção equivalente de água e tinta.
  • E por fim, a última camada, chamada de mel, ou seja, bem viscosa. Geralmente, extraindo a tinta diretamente do tubo ou com pouquíssima quantidade de água.

As 3 misturas que fizemos na preparação de nossa tinta com café fazem alusão à essa mesma técnica do chá, leite e mel.  

3 intensidades de tinta
Preparo da tinta com café: À esquerda, o “chá”. No centro, o “leite”. E à direita, o café concentrado, o “mel”.
Antes de iniciar, confirme se as suas 3 misturas têm tonalidades suficientemente diferentes entre si. Se estiverem muito parecidas, tente diluir ainda mais a mistura mais fraca ou acrescentar café na mistura mais forte.

Passo a passo de uma pintura usando café

Com tudo pronto, é só seguir o processo:

1. Esboço

pintura com café
Comecei meu desenho fazendo o esboço a lápis. Usei grafite comum, mas você pode usar lápis aquarelável se preferir que o esboço desapareça durante a pintura.

2. Base

pintura com café
Fiz umas manchas usando a mistura mais clara (chá) para dar uma textura extra no fundo, como se fossem nuvens. Deixei o pincel bem seco para marcar bem as pinceladas.

3. Primeira camada (chá)

pintura com café
Com a base bem seca, preenchi os principais elementos da composição com a mistura mais clara (chá).

4. Segunda camada (leite)

pintura com café
Depois que a primeira camada estava bem seca, pintei a segunda camada (leite) nos locais de maior destaque.

5. Terceira camada (mel)

pintura com café
Com a segunda camada bem seca, comecei a pintar os elementos de maior contraste e também os detalhes do desenho.

6. Finalização

pintura com café
Por fim, com o desenho seco, adicionei alguns detalhes para balancear melhor a composição e as texturas: reflexo nos vidros, desenhos na lateral da kombi, gramas e a moldura circular. Aqui usei as 3 misturas de acordo com o contraste que queria dar aos detalhes.

Outras informações importantes pra finalizar.

  • Se quiser agilizar o processo de secagem entre uma camada e outra, você pode utilizar um secador de cabelo.
  • Ao terminar, passe um verniz spray para proteger sua arte.
  • Nunca pinte com o café adoçado, pois pode atrair insetos indesejados.

 

pintura com cafépintura com café pintura com café

Quer ver mais dicas de como fazer pintura usando café?

  1. Veja esse artigo com 7 Artistas que pintam com café em diversos estilos e técnicas.
  2. Veja também as postagens do Tito Ferrara em seu perfil do Instagram clicando aqui. Tem vídeo mostrando todo o passo a passo. 😉

Espero que tenha gostado! Até a próxima!

6 Comentários
  1. Shine Diz

    Fiz o meu usando o café em pó misturado com a água somente como se fosse uma “aquarela em po” achei l resultado bem interessante

    1. Fábio Sevá Diz

      Fica legal também. Dependendo da mistura, fica uma textura do pó bem interessante. Só não esquecer de passar um verniz no final pra fixar bem. 😉

  2. Foghar Diz

    Aprende-se bastante quando se sabe aproveitar as dicas que, por sinal, foram além da pintura com café. Um abraço.

    1. Fábio Sevá Diz

      Valeu! Aprendi muita coisa online e por isso sempre tento colocar um conteúdo relevante por aqui. Abraços!

  3. Grazi Diz

    Gostei demais! Vou tentar aqui. Fiz com café coado mas fica muito fraco e precisei de muito mais camadas

    1. Fábio Sevá Diz

      Sim! O primeiro que fiz foi coado e sofri com isso. Demorei demais esperando secar entre as camadas e não ficou com o contraste que eu queria. Essa dica me salvou! Depois conta como foi. 😉

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais