O que é Cripto Arte? Como fazer?

A Cripto Arte promete mudar a forma como lidamos com arte digital. Novas tecnologias permitem introduzir a escassez nos arquivos, e consequentemente, elevar o valor da arte digital. Será que estamos prontos pra isso? Tudo indica que sim. Nesse post, explico o que é cripto arte (sem entrar em detalhes muito técnicos, prometo), mostro algumas curiosidades e forneço alguns caminhos pra você se aventurar nesse novo mundo.

O que é Cripto Arte?

Cripto Arte é uma arte digital anexada a um tipo de assinatura digital registrada em blockchain. Em outras palavras, é um arquivo de imagem (de qualquer extensão: JPG, PNG, etc…) que carrega consigo um certificado (token) indissociável e imutável de autenticidade e origem, capaz de introduzir escassez e valor nas artes digitais.

A tecnologia não é tão nova assim – os primeiros experimentos surgiram já em 2015. No entanto, impulsionado pela pandemia e pelo crescimento das criptomoedas, o movimento de colecionáveis digitais ganhou força, atraindo uma legião de artistas, colecionadores e curiosos para o mundo da Cripto Arte.

Gatinhos de 100mil dólares

A saber, em 2017, um jogo chamado CryptoKitties – uma espécie de Pokémon de gatinhos, onde é possível criar, alimentar e trocar sua coleção com outros jogadores – movimentou quase uma dezena de milhões de dólares em apenas uma semana. Surpreendentemente, alguns personagens virtuais foram vendidos por quantias nunca imaginadas antes.

cripto arte
Genesis, esse gatinho fofinho aí da foto, foi vendido por 117 mil dólares!

Isso aconteceu em grande parte porque o arquivo desse gatinho está associado a um token único, então só existe UM Genesis. E mesmo que alguém copie essa arte aí em cima, só consegue provar a propriedade do arquivo a pessoa que possuir o token original.

Assim como uma arte tradicional leva consigo a assinatura do autor e outras características que atestam sua autenticidade, a Cripto Arte possui um registro na rede blockchain que não pode ser apagado ou modificado. Então, se a escassez é mesma de uma arte tradicional, por qual motivo não haveria de ter o mesmo valor uma?

O caso Beeple, e o reconhecimento pelo mercado de arte

No dia 25 de Fevereiro de 2020, a casa de arte Christie’s inaugurou seu primeiro leilão de uma obra de arte inteiramente digital.

A peça em questão, intitulada Everydays: The First 5000 Days, é uma colagem de 5000 imagens criadas dia após dia durante um período de 13 anos pelo artista Mike Winkelmann, mais conhecido como Beeple (@beeple_crap no instagram).

cripto arte Beeple
Everydays: The First 5000 Days (2021), a primeira cripto arte inteiramente digital em leilão na Christie’s.

Certamente ele não está na Christie’s por acaso. Ele é considerado um líder na comunidade de artistas digitais, não só pelo volume como também pela qualidade das produções ao longo desses anos. E mais ainda, admirado pelo recente sucesso de um leilão promovido pela plataforma Nifty Gateway em Dezembro de 2020, quando sua coleção de 21 arquivos atingiu o valor de 3.5 milhões de dólares.

(Edit: o leilão de The First 500 Days fechou em em 69 milhões de dólares!)

De fato, como já vimos aqui no blog, a blockchain já desempenha um papel importante no registro de direito autoral, e isso é apenas o começo.

Crypto Arte, NFT e Smart Contracts

Os tokens usados em Cripto Arte são do tipo NFT (sigla para non-fungible tokens, ou tokens não-fungíveis). Isso significa que cada token é único, e se refere a uma única arte. Diferentemente daqueles usados nas criptomoedas, os tokens do tipo NFT não podem ser divididos em partes menores.

Dessa forma, todas as transações realizadas com aquela arte (histórico de proprietários, valores e outras informações) ficam registradas na blockchain, tornando a negociação do ativo mais transparente. Do ponto de vista comercial, isso é ótimo.

Outro diferencial importantíssimo é a possibilidade de atrelar contratos inteligentes (Smart Contracts) ao token, de acordo com a necessidade. Eles permitem inserir e deliberar automaticamente todas as questões jurídicas envolvendo a negociação do ativo. Por exemplo, transferir uma comissão ao autor sempre que a arte arte for renegociada por terceiros. As possibilidades dos contratos inteligentes são muitas.

Qual a importância da Cripto Arte?

Até pouco tempo atrás seria impossível imaginar que um arquivo JPG pudesse ser vendido, ainda mais por valores tão altos. Por isso, é cedo pra estimar qual será o real impacto no mundo criativo.

“Estamos entendendo que essa tecnologia blockchain vai inevitavelmente ter um papel em nosso mercado. Estamos apenas no início do impacto dessa tecnologia no mundo artístico.” – Noah Davis, especialista em arte contemporânea da Christie’s.

De um lado, temos a tecnologia permitindo a introdução de novas linguagens ou até mesmo um novo movimento ao mercado comercial de arte (ilustração digital, arte generativa, gif art, video, realidade virtual, IA, etc). De outro, temos o olhar de colecionadores tradicionais e de novas pessoas para o mercado de colecionáveis em um nível global. 

Inegavelmente, artistas e criativos estão diante de um novo mundo de possibilidades para monetizarem suas criações.

Artistas e criativos estão diante de um novo mundo de possibilidades para monetizarem suas criações

Quais as plataformas para comprar e vender Cripto Arte?

Enfim, as plataformas. Separei alguns dos principais link de plataformas abertas ou com curadoria pra você se aventurar:

Conheça as principais plataformas que expõem e vendem Cripto Arte:

Nifty Gateway (com curadoria)

KnownOrigin (com curadoria)

SuperRare (com curadoria)

Blockchain Art Exchange

MakersPlace (com curadoria)

OpenSea

Rarible

No entanto, se preferir algo mais underground ou simplesmente viajar no mundo da cripto arte, visite os mundos e galerias virtuais abaixo:

Cryptovoxels

Decentraland

Somnium Space

Dúvidas?

Veja também este outro vídeo que fiz, onde respondo as principais dúvidas sobre o assunto:

E se quiser trocar uma ideia sobre o tema, me chama lá no Instagram da @dezaina_oficial

10 Comentários
  1. Leo Rodrigues Diz

    Como fazer para entrar e como conhecer mais sobre essa nova jornada artística, plataformas seguras,e etc ???

    1. Fábio Sevá Diz

      Boa Léo! O processo não é tão simples. Já está na fila um tutorial pra ensinar o passo a passo

  2. Guilherme Diz

    Ótimo post Fábio! Aguardando ansiosamente pro tutorial 😀

  3. Rosana Diz

    Nada simples entender sobre isso, mas também não é impossível, e parece que veio para ficar essa nova forma de exibir e comprar arte!!

    1. Fábio Sevá Diz

      Não é fácil mesmo. Mas é importante pelo menos pra entender o impacto disso. Temos outros vídeos lá no Youtube https://youtube.com/playlist?list=PLrSaBDzYMW8SaW4g7Yk0Bd1onQ8f2yJOF

  4. Esmeralda Diz

    Esperando pelo tutorial !! Grata

    1. Fábio Sevá Diz

      Estou atrasadíssimo!! Pra fazer uma é necessário comprar criptomoedas, e eu acabei investimento em mineração ao invés de comprá-las. Fiz vários vídeos lá no canal sobre isso. O tutorial vai sair, e quando sair falarei muito sobre isso

  5. vanessa Diz

    Oi! Tentei acessar a comunidade que você falou mas diz que o convite é inválido, não está mais disponível?

    1. Fábio Sevá Diz

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais