Como usar Copics: dominando o limite de intensidade da cor

Neste post pretendo explorar um pouco mais como funciona o limite de intensidade da cor e seu impacto no processo de trabalho, pois considero essencial entendê-lo antes de partir para o uso das cores.

Em meu último post (COMO USAR COPICS: O SISTEMA DE CORES – PARTE I), vocês aprenderam alguns conceitos básicos sobre a nomenclatura e classificação dos cinzas, além de alguns outros recursos e dicas para utilizar suas Copics.

Recebemos várias mensagens, principalmente em relação ao limite de intensidade que uma cor pode atingir no papel. E neste post pretendo explorar um pouco mais essa característica e o impacto disso no seu processo de trabalho, pois considero essencial entendê-la antes de partir para o uso das cores.

Apenas para facilitar a vida de quem chegou agora e não leu o post anterior, vou repetir a informação abaixo. Se você lembra do post anterior, pule direto para a próxima parte.

LIMITE DE INTENSIDADE

Quando passar uma caneta várias vezes no mesmo local sobre o papel, a cor vai escurecer um pouco. Mas no caso da Copic há um limite, que em papéis apropriados, é atingido aproximadamente após 5 camadas. Veja o exemplo abaixo com a cor T2.

Repare que à partir da 6a camada, a cor não escurece mais. Ou seja, ao atingir a cor original, a cor T2 sempre será um cinza 20%.

OBTENDO UM PREENCHIMENTO CHAPADO

Para obter um preenchimento chapado, ou seja, sem aquelas manchas de cor, você só precisa atingir o limite de intensidade da cor por todo o objeto.

No primeiro balão acima, passei a caneta apenas 1 vez sobre o desenho. No segundo passei 2x. Nos dois ainda é possível notar as marcas do traço. No terceiro, passei pelo menos 5x, eliminando praticamente todas as imperfeições.

FAZENDO UM DEGRADÊ COM UMA SÓ COR

Sabendo que é possível obter várias intensidades com uma mesma caneta, podemos também realizar um degradê com apenas uma cor (abaixo).

Antes, pratique um traço longo levantando rapidamente a caneta no final, de modo que não deixe marca. Como no traço abaixo.

Para este exemplo, utilizei a ponta chanfrada, mas o mesmo exercício pode ser feito com a ponta pincel. Dominar esse efeito é essencial para uma transição suave de tons.

Depois, vamos treinar a sobreposição de várias camadas. As setas indicam o início e o fim de cada camada de cor.

Aplicando esse mesmo princípio no desenho é possível criar efeitos interessantes.

O PAPEL DO PAPEL

Como já dito anteriormente, em papéis de qualidade inferior, o limite de tonalidade é atingido antes das 5 camadas. Veja abaixo.

Clique sobre a imagem acima ou aqui para comprar papéis apropriados para suas Copics.

Isso torna o controle de intensidade ou pouco mais difícil, e será necessário mais velocidade e habilidade para obter um resultado satisfatório.

É importante ter em mente que o limite de intensidade da cor é atingido quando a superfície do papel é preenchida totalmente de tinta, e que durante a pintura o papel está encharcado.

Cada tipo de papel irá absorver a tinta de uma forma diferente. Uns secam rápido, outros mais lentamente. Uns seguram a tinta exatamente no local onde ela foi colocada, em outros a tinta espalha pela fibra.

CHEGOU A SUA VEZ

Agora que já sabe a teoria, procure praticar os exercícios acima até obter o controle sobre a intensidade de uma cor. Experimente também vários papéis até estar satisfeito com a velocidade x resultado da absorção.Esse é o primeiro grande passo para se tornar um mestre jedi nas Copics.

O que gostaria de ver ou de aprender em um próximo post? Se gostou do post, deixe seu like, compartilhe e deixe seu comentário.

Até o próximo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais