Borracha Elétrica Derwent: precisão e eficiência em um só lugar

Hoje as irmãs Emmy e Pauline vão falar sobre uma ferramenta incrível, mas que nem todo mundo conhece e entende os benefícios: a Borracha Elétrica Derwent.

A Borracha Elétrica Derwent é um material inovador, mas nem todo mundo conhece ou sabe ao certo como utilizar. Por isso, no post de hoje a Emmy e Pauline entram em ação e contam todas as impressões sobre essa ferramenta com uma resenha bem completa.

Borracha elétrica Derwent: o que é?

Ela é um dispositivo com o formato parecido com o de uma caneta, mas tem um corpo mais largo para comportar duas baterias AAA. A borracha em si é encaixada na ponta e fixada por uma pecinha metálica, sendo que a utilização ou substituição é feita de maneira bem parecida com a de uma lapiseira. Conforme a borracha vai acabando, você remove a parte metálica e puxa para o tamanho ideal novamente.

Borracha Elétrica Derwent
Foto: hartn.me

O diâmetro das borrachas é de aproximadamente 5 mm e o comprimento de 25 mm. Além disso, uma delas já vem inserida e pronta para uso, e ainda conta com mais 8 para reposição. As meninas já afirmaram que as borrachas rendem muito. Elas começaram a utilizar no final de 2019, sendo que a Emmy não substituiu nenhuma vez até outubro de 2020 e a Pauline trocou pouco tempo antes. A duração das pilhas também é incrível, visto que elas ainda estão com as iniciais, mesmo utilizando a borracha em quase todos os desenhos.

Testes e comparações

É fato que todo material acaba sendo um investimento e por isso é necessário avaliar os prós e contras para garantir que está comprando algo realmente útil para sua evolução. Então, nos testes, as meninas compararam três borrachas: a Borracha Elétrica Derwent, a Mono Zero da Tombow 2.5 mm chamada de lapiseira borracha e a borracha tradicional da Derwent.

Comparações
Borracha elétrica Derwent x Lapiseira borracha 2.5mm Mono Zero x Borracha comum Derwent / Foto: hartn.me

O primeiro teste foi feito com o grafite:

Borracha Elétrica Derwent Teste Grafite
Áreas de pinturas em três graduações diferentes de grafite, e traços (as estrelinhas ao lado), que serão apagados para testar as 3 borrachas. / Foto: hartn.me
Teste Grafite
Apagando as 3 graduações de grafite utilizando a mesma pressão (aproximadamente). / Foto: hartn.me

Depois, elas tentaram apagar diferentes tipos de lápis de cor, sendo que os três usados são de linhas diferentes da Derwent. O Artistis tem a mina um pouco mais dura e ideal para traços (se quiser saber mais sobre o seu diferencial, não deixe de ler nosso post sobre o assunto clicando aqui). Já o Coloursoft possui uma mina muito macia e pigmentada, enquanto o Porcolour é considerado um meio termo entre os dois. Saiba tudo sobre esse último clicando aqui.

Borracha Elétrica Derwent teste lápis de cor
Algumas cores escolhidas para o teste, de diferentes linhas de lápis de cor Derwent. / Foto: hartn.me

Da mesma forma que fizeram com o grafite, as meninas tentaram apagar com pressão média a forte todos os traços e preenchimentos. E assim como aconteceu no teste anterior, a primeira borracha, a queridinha Borracha Elétrica Derwent obteve os melhores resultados. Inclusive, ela ainda reúne duas características importantes dos dois outros modelos: eficiência e precisão para apagar.

lápis de cor teste
Apagando as 3 amostras de lápis de cor utilizando a mesma pressão (aproximadamente). / Foto: hartn.me

Dica importante!

Em relação a imagem acima, é importante lembrar que o Coloursoft é um lápis de cor com forte pigmentação. Além disso, as outras duas amostras foram feitas com uma pressão considerável. Isso ainda promove uma outra aprendizagem importante: sempre trabalhe em camadas, com pressão moderada e aplique a pressão máxima no lápis de cor apenas quando tiver real certeza sobre o que está fazendo. Caso contrário, será extremamente difícil (e até mesmo impossível) voltar atrás.

Conclusões sobre a Borracha Elétrica Derwent

Então, a partir dos testes e todos os trabalhos já feitos pela Emmy, ela afirma que a borracha realmente é uma facilitadora. Por ser macia, não machuca o papel e pode ser usada tranquilamente em todas as áreas e etapas do desenho.

Isso só é possível pelo fato de que a borracha gira em seu próprio eixo, friccionando assim a mesma área diversas vezes. Mas, se fosse uma borracha comum, o mesmo resultado não seria alcançado, visto que seria necessário movimentá-la manualmente pela área desejada, não sendo possível restringir tão bem a área de aplicação.

Se você ficou com dúvidas sobre o funcionamento da borracha, olha só o vídeo que a Emmy disponibilizou no Instagram:

https://www.instagram.com/tv/CFiShvbJV3r/

Portanto, a precisão da Borracha Elétrica Derwent é a responsável por torná-la um material prático e econômico. Ou seja, utilizando apenas e exatamente na área desejada. Não há necessidade de retoques por “escorregar a mão” e nem forçar para que ela apague melhor ou mais rápido.

Ah! E você pode adquirir sua Borracha Elétrica Derwent na própria loja da Dezáina. Para isso, basta clicar aqui.

Foto: Derwent

E então, gostou do post de hoje? Você sabia de todas essas características e funções da Borracha Elétrica Derwent? Deixe aqui nos comentários!

Até a próxima!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia mais